Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

desabafos e afins

notas aleatórias (ou algo mais complexo)

notas aleatórias (ou algo mais complexo)

08.11.21

O meu vizinho de baixo é um querido. Viu-me chegar, apalpou-se todo de forma trapalhona, tirou a chave do bolso e abriu a porta. Esperei. Ele empurrou-a, segurou-a e disse-me "passe. Pode passar à vontade". E eu passei, sorrindo por baixo da máscara e agradecendo. Já dentro do prédio ia dizer-lhe para subir à frente porque eu estava com a minha cadela e demoramos um pouco, mas percebi que ele não ia subir. Não ia sequer entrar no prédio. Simplesmente abriu-me e fechou-me a porta para eu não ter esse trabalho.

18 comentários

Comentar post